Arquivos

O encontro de dois mundos – História


A Europa e seus habitantes passaram por uma grande transformação no século XVI. Você vai ver que quando os europeus chegaram ao continente americano, o encontro de duas culturas causou, primeiro, estranhamento, depois, choque e, finalmente, a relação de dominação. Os europeus, aparentemente, venceram os ameríndios, mas também foram modificados por eles. O encontro de duas culturas marcou profundamente seus participantes, mudando suas vidas para sempre.

Contato dos portugueses com os índios brasileiros

Com a chegada dos portugueses, há mais de 500 anos no litoral brasileiro, a vida dos povos indígenas sofreu uma mudança sociocultural. Marcados com a impactante chegada das naus que aportavam no litoral, o europeu e o ameríndio começaram a dividir seus mundos e suas culturas.

Inicialmente o choque não foi tanto, até mesmo porque os nativos nunca tiveram este contato e não sabiam das intenções severas advindas do homem branco (que inicialmente era gente mandada pelo deus Maíra, o criador). Na carta de Pero Vaz de Caminha diz somente que os ameríndios de forma pacífica fixaram o olhar no colar do capitão e simplesmente acenaram para a terra afirmando que lá também havia ouro.

Os portugueses pensaram encontrar selvagens que os atacassem, mas o que encontraram foram povos diferentes que se mostraram receptivos e amigáveis. Essa carta registra o primeiro nome de nossa terra e mostra que aqui não era às Índias como Colombo pensara, mas a América do Sul, chamada de “Ilha de Vera Cruz”.

Os europeus se encantaram com tamanha diferença encontrada entre eles e os índios, e viram que tamanho eram os hábitos, costumes próprios deles. Estes foram usados de maneiras diversas, desde a infiltração da cultura europeia (religião, arte, etc.) até a imposição do trabalho (produtos, defesa do território) e redução de suas populações (guerras).

.

FÁTIMA – BAHIA:ALUNOS E PROFESSORES DAS TURMAS DA EJA DA ESCOLA IDIVÂNIA VISITARAM O PARQUE ESTADUAL DE CANUDOS

PROJETO CONHECENDO CANUDOS: O projeto nasceu de uma proposta metodológica das formações continuada da secretaria municipal  de Educação para os professores  da EJA , dentre estas propostas, foi despertado o interesse nos professores de trabalhar com atividades  que proporcione aos alunos a ludicidade e a alto estima.

O tema do Projeto Anual foi “DESPERTANDO UM SONHOS ADORMECIDOS”.Onde há  cada termino de unidade seja realizado um projeto de sistematização dos conteúdo trabalhando ,nesta II UNIDADE foi realizada a visita ao parque Estadual de Canudos. Eram 6:30 da manhã do último sábado (19) quando um ônibus  escolar da Prefeitura Municipal de FÁTIMA  saiu da Praça com destino à cidade de Canudos. Ao todos, 45 pessoas entre alunos e professores do turno Noturno da ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA IDIVANIA 

21034196_835902289919785_2284789176999279454_n

Por volta das 9:30, chegamos no Parque Estadual de Canudos,em companhia de um guia, seguimos aos locais da história da guerra, Caminhando pelas vielas da caatinga rala, vendo as fotos dos personagens sobreviventes da guerra, vivenciando a visão privilegiada que o exército tinha da cidade de Canudos lá no Alto da Favela e ouvindo as histórias do Vale da Morte.Apos visitar o Parque seguimos para cidade de Canudos para visitar o Museu que fica no centro da cidade.

IMG_8724

COLABORADORES: PREFEITURA MUNICIPAL DE FÁTIMA,SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, SECRETARIA DE TRANSPORTE ESCOLAR. DIREÇÃO E COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA DA ESCOLA E OUTROS PROFESSORES COLABORADORES “ELIENE, ERIVELTON E BATISTA OLIVEIRA

CONFIRA AS FOTOS:

Continue lendo

EXPOSIÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS E COMESTÍVEIS NA ESCOLA IDIVÂNIA

Aconteceu nesta quinta feira na ESCOLA MUNICIPAL IDIVÂNIA DA CIDADE DE FÁTIMA  uma exposição de plantas medicinais e comestíveis, o evento organizado pelos estagiários GEOVANE E RICARDO e as estagiarias JASSI FLÁVIA, CLAUDICE E ALINE, eles que fazem o curso de CIÊNCIAS BIOLÓGICAS  na   faculdade AGES. O evento contou com as participações dos alunos da escola, professores , direçao e coordenação pedagógica,

O uso de plantas para tratar doenças é tão antigo quanto a história da humanidade, mas saber conservar e usar cada tipo é fundamental para garantir que o remédio funcione. Antes de tudo, apague a crença de que tudo que é natural não faz mal. “As plantas necessitam de recursos químicos para se defender, como alguns alcaloides, que, por serem amargos e tóxicos, afastam predadores, ou óleos essenciais, que atraem aves para a polinização”, exemplifica a farmacêutica Ivana Suffredini, da Universidade Paulista, na capital. “Assim como algumas dessas substâncias podem atuar positivamente no organismo humano, outras provocam sérios danos”, alerta.

Outra confusão que precisa ser desfeita é usar os termos plantas medicinais e fitoterápicos como sinônimos. “Fitoterápicos são remédios, que passam por uma rigorosa avaliação de segurança e eficácia em seres humanos, com uma concentração de ativos padronizada, o que nem sempre ocorre com as folhas para o preparo de chás”, diferencia a geriatra especializada em fitomedicina Rita Ferrari, de São Paulo.

Veja também

Continue lendo

DIA 21 DE ABRIL DIA DE TIRADENTES

No dia 21 de abril é comemorado no Brasil o Dia de Tiradentes, uma data criada para homenagear Joaquim José da Silva Xavier, um ativista político que se transformou em herói nacional.A história de Tiradentes está totalmente relacionada à Inconfidência Mineira, um movimento ocorrido nos séculos XVII e XVIII que tinha como objetivo a separação do Brasil do domínio de Portugal. Naquela época, o Brasil proporcionava grandes lucros aos portugueses por meio de suas riquezas minerais, isto é, ouro e diamantes. Contudo, estas riquezas estavam começando a se tornar escassas.

Além disso, muitos não pagavam o quinto, uma espécie de imposto cobrado pela coroa sobre todo o ouro encontrado na colônia. Desta forma, o lucro de Portugal começou a cair. Reagindo a esta situação, os portugueses passaram a exercer um controle mais rígido sobre as riquezas e a aumentar os impostos. Tais medidas desagradaram a elite de Minas Gerais, que estava significativamente influenciada pelas ideias iluministas importadas da Europa.

Continue lendo

SÁBADO LETIVO CEAT:PROJETO TRILHAS NA CARNEIRA FÁTIMA BA.

O sábado letivo do CEAT PARA A TURMA DO FUNDAMENTAL II

 

O CENTRO EDUCACIONAL PROF. ANÍSIO TEIXEIRA-CEAT, REALIZOU NO ÚLTIMO SÁBADO, DIA 08 DE MARÇO DE 2017, O PROJETO “TRILHA”, CUJO OBJETIVO É O DE POSSIBILITAR O LABORATÓRIO DE PESQUISA DE CAMPO, QUE CONSISTE NA Realização de uma pesquisa de campo nas pedreiras da fazenda Carneira, na fronteira do município com Cícero Dantas.

CONFIRA AS FOTOS:

Continue lendo