Arquivos

20 DE NOVEMBRO , DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Considerado o maior herói negro nacional, Zumbi dos Palmares é figura presente na história do Brasil. O dia 20 de novembro, feriado nacional, é um convite para relembrar a luta pela libertação dos escravos e para refletir sobre os avanços e desafios da população negra no Brasil. Confira neste documentário, parte da Década Internacional de Afrodescendentes da ONU.

História do Dia Nacional da Consciência Negra

Esta data foi estabelecida pelo projeto lei número 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003. Foi escolhida a data de 20 de novembro, pois foi neste dia, no ano de 1695, que morreu Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares.A homenagem a Zumbi foi mais do que justa, pois este personagem histórico representou a luta do negro contra a escravidão, no período do Brasil Colonial. Ele morreu em combate, defendendo seu povo e sua comunidade. Os quilombos representavam uma resistência ao sistema escravista e também uma forma coletiva de manutenção da cultura africana aqui no Brasil. Zumbi lutou até a morte por esta cultura e pela liberdade do seu povo.

Zumbi é considerado um dos grandes líderes de nossa história. Símbolo da resistência e luta contra a escravidão, estima-se que lutou pela liberdade de culto, religião e pratica da cultura africana no Brasil Colonial. O dia de sua morte, 20 de novembro, é lembrado e comemorado em todo o território nacional como o Dia da Consciência Negra. Saiba mais neste vídeo!

Importância da Data

A criação desta data foi importante, pois serve como um momento de conscientização e reflexão sobre a importância da cultura e do povo africano na formação da cultura nacional. Os negros africanos colaboraram muito, durante nossa história, nos aspectos políticos, sociais, gastronômicos e religiosos de nosso país. É um dia que devemos comemorar nas escolas, nos espaços culturais e em outros locais, valorizando a cultura afro-brasileira.

A abolição da escravatura, de forma oficial, só veio em 1888. Porém, os negros sempre resistiram e lutaram contra a opressão e as injustiças advindas da escravidão.

Vale dizer também que sempre ocorreu uma valorização dos personagens históricos de cor branca. Como se a história do Brasil tivesse sido construída somente pelos europeus e seus descendentes. Imperadores, navegadores, bandeirantes, líderes militares entre outros foram sempre considerados heróis nacionais. Agora temos a valorização de um líder negro em nossa história e, esperamos, que em breve outros personagens históricos de origem africana sejam valorizados por nosso povo e por nossa história. Passos importantes estão sendo tomados neste sentido, pois nas escolas brasileiras já é obrigatória a inclusão de disciplinas e conteúdos que visam estudar a história da África e a cultura afro-brasileira.

Você sabia?– 27 de outubro é o Dia Nacional de Mobilização em Prol da Saúde da População Negra.

PRIMEIRA FESTA LITERÁRIA NA PRACINHA(FLIPRA)

Neste sábado , aconteceu na Pracinha da cidade de  Fátima, a Primeira Festa Literária  com as presenças dos professores Fabio José, Tiago Carvalho, Gledyson Santos, a professora Joany Cruz Ribeiro e a musa Lilian Tavares. Um dos grandes momentos dessa festa foi o recital de poemas de autoria própria de Henrique Rodrigues e Henrique Silva alunos da turma B.

Marcaram  presença, os estudantes do Colégio São José. Prof. Francisco De Assis Souza Morais, professora Tathiane Gusmão

Foi uma iniciativa do Professor Marcos José e alunos da rede estadual de ensino, promovendo cultura, música e cidadania em busca do incentivo direto a leitura.

PRIMEIRO PLANTÃO PEDAGÓGICO DA ESCOLA PROFESSORA IDIVÂNIA,UM ELO ENTRE ESCOLA E FAMÍLIA

Aconteceu nesta quarta feira na ESCOLA PROFESSORA IDIVÂNIA o primeiro plantão pedagógico 2017. Plantão Pedagógico é o momento de contato individual entre professores e  pais de alunos, com o objetivo de discutir diversos itens relacionados ao ensino como: comportamento, notas, frequência e tarefas escolares, sendo diferente da reunião de pais e mestres que possui um aspectos mais administrativos, onde os recados são generalizados para todos os discentes e seus Responsáveis

Na ocasião, os pais puderam conversar com os professores e coordenação e ouvir sugestões a respeito de como os alunos podem aproveitar melhor o tempo de estudos, suas dificuldades e comportamento. Assim, como também, foram informados sobre a importância de sua participação efetiva na escola e na vida escolar de seus filhos .

Durante o plantão os pais puderam foi realizado uma exposição de artes

EXPOSIÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS E COMESTÍVEIS NA ESCOLA IDIVÂNIA

Aconteceu nesta quinta feira na ESCOLA MUNICIPAL IDIVÂNIA DA CIDADE DE FÁTIMA  uma exposição de plantas medicinais e comestíveis, o evento organizado pelos estagiários GEOVANE E RICARDO e as estagiarias JASSI FLÁVIA, CLAUDICE E ALINE, eles que fazem o curso de CIÊNCIAS BIOLÓGICAS  na   faculdade AGES. O evento contou com as participações dos alunos da escola, professores , direçao e coordenação pedagógica,

O uso de plantas para tratar doenças é tão antigo quanto a história da humanidade, mas saber conservar e usar cada tipo é fundamental para garantir que o remédio funcione. Antes de tudo, apague a crença de que tudo que é natural não faz mal. “As plantas necessitam de recursos químicos para se defender, como alguns alcaloides, que, por serem amargos e tóxicos, afastam predadores, ou óleos essenciais, que atraem aves para a polinização”, exemplifica a farmacêutica Ivana Suffredini, da Universidade Paulista, na capital. “Assim como algumas dessas substâncias podem atuar positivamente no organismo humano, outras provocam sérios danos”, alerta.

Outra confusão que precisa ser desfeita é usar os termos plantas medicinais e fitoterápicos como sinônimos. “Fitoterápicos são remédios, que passam por uma rigorosa avaliação de segurança e eficácia em seres humanos, com uma concentração de ativos padronizada, o que nem sempre ocorre com as folhas para o preparo de chás”, diferencia a geriatra especializada em fitomedicina Rita Ferrari, de São Paulo.

Veja também

Continue lendo

DIA 21 DE ABRIL DIA DE TIRADENTES

No dia 21 de abril é comemorado no Brasil o Dia de Tiradentes, uma data criada para homenagear Joaquim José da Silva Xavier, um ativista político que se transformou em herói nacional.A história de Tiradentes está totalmente relacionada à Inconfidência Mineira, um movimento ocorrido nos séculos XVII e XVIII que tinha como objetivo a separação do Brasil do domínio de Portugal. Naquela época, o Brasil proporcionava grandes lucros aos portugueses por meio de suas riquezas minerais, isto é, ouro e diamantes. Contudo, estas riquezas estavam começando a se tornar escassas.

Além disso, muitos não pagavam o quinto, uma espécie de imposto cobrado pela coroa sobre todo o ouro encontrado na colônia. Desta forma, o lucro de Portugal começou a cair. Reagindo a esta situação, os portugueses passaram a exercer um controle mais rígido sobre as riquezas e a aumentar os impostos. Tais medidas desagradaram a elite de Minas Gerais, que estava significativamente influenciada pelas ideias iluministas importadas da Europa.

Continue lendo

CEAT: COMEMORANDO O DIA DO ÍNDIO.

Nesta quarta feira dia 19 de abril , o Ceat comemorou o dia do índio.Alunos e professores se caracterizaram e realizaram atividades referentes ao dia.

História do Dia do Índio

Comemoramos todos os anos, no dia 19 de Abril, o Dia do Índio. Esta data comemorativa foi criada em 1943 pelo presidente Getúlio Vargas, através do decreto lei número 5.540. Mas porque foi escolhido o 19 de abril?

Origem da data 

Para entendermos a data, devemos voltar para 1940. Neste ano, foi realizado no México, o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. Além de contar com a participação de diversas autoridades governamentais dos países da América, vários líderes indígenas deste contimente foram convidados para participarem das reuniões e decisões. Porém, os índios não compareceram nos primeiros dias do evento, pois estavam preocupados e temerosos. Este comportamento era compreensível, pois os índios há séculos estavam sendo perseguidos, agredidos e dizimados pelos “homens brancos”

No entanto, após algumas reuniões e reflexões, diversos líderes indígenas resolveram participar, após entenderem a importância daquele momento histórico. Esta participação ocorreu no dia 19 de abril, que depois foi escolhido, no continente americano, como o Dia do Índio.

Comemorações e importância da data 

Continue lendo