Arquivos

PRIMEIRO PLANTÃO PEDAGÓGICO DA ESCOLA PROFESSORA IDIVÂNIA,UM ELO ENTRE ESCOLA E FAMÍLIA

Aconteceu nesta quarta feira na ESCOLA PROFESSORA IDIVÂNIA o primeiro plantão pedagógico 2017. Plantão Pedagógico é o momento de contato individual entre professores e  pais de alunos, com o objetivo de discutir diversos itens relacionados ao ensino como: comportamento, notas, frequência e tarefas escolares, sendo diferente da reunião de pais e mestres que possui um aspectos mais administrativos, onde os recados são generalizados para todos os discentes e seus Responsáveis

Na ocasião, os pais puderam conversar com os professores e coordenação e ouvir sugestões a respeito de como os alunos podem aproveitar melhor o tempo de estudos, suas dificuldades e comportamento. Assim, como também, foram informados sobre a importância de sua participação efetiva na escola e na vida escolar de seus filhos .

Durante o plantão os pais puderam foi realizado uma exposição de artes

EXPOSIÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS E COMESTÍVEIS NA ESCOLA IDIVÂNIA

Aconteceu nesta quinta feira na ESCOLA MUNICIPAL IDIVÂNIA DA CIDADE DE FÁTIMA  uma exposição de plantas medicinais e comestíveis, o evento organizado pelos estagiários GEOVANE E RICARDO e as estagiarias JASSI FLÁVIA, CLAUDICE E ALINE, eles que fazem o curso de CIÊNCIAS BIOLÓGICAS  na   faculdade AGES. O evento contou com as participações dos alunos da escola, professores , direçao e coordenação pedagógica,

O uso de plantas para tratar doenças é tão antigo quanto a história da humanidade, mas saber conservar e usar cada tipo é fundamental para garantir que o remédio funcione. Antes de tudo, apague a crença de que tudo que é natural não faz mal. “As plantas necessitam de recursos químicos para se defender, como alguns alcaloides, que, por serem amargos e tóxicos, afastam predadores, ou óleos essenciais, que atraem aves para a polinização”, exemplifica a farmacêutica Ivana Suffredini, da Universidade Paulista, na capital. “Assim como algumas dessas substâncias podem atuar positivamente no organismo humano, outras provocam sérios danos”, alerta.

Outra confusão que precisa ser desfeita é usar os termos plantas medicinais e fitoterápicos como sinônimos. “Fitoterápicos são remédios, que passam por uma rigorosa avaliação de segurança e eficácia em seres humanos, com uma concentração de ativos padronizada, o que nem sempre ocorre com as folhas para o preparo de chás”, diferencia a geriatra especializada em fitomedicina Rita Ferrari, de São Paulo.

Veja também

Continue lendo

DIA 21 DE ABRIL DIA DE TIRADENTES

No dia 21 de abril é comemorado no Brasil o Dia de Tiradentes, uma data criada para homenagear Joaquim José da Silva Xavier, um ativista político que se transformou em herói nacional.A história de Tiradentes está totalmente relacionada à Inconfidência Mineira, um movimento ocorrido nos séculos XVII e XVIII que tinha como objetivo a separação do Brasil do domínio de Portugal. Naquela época, o Brasil proporcionava grandes lucros aos portugueses por meio de suas riquezas minerais, isto é, ouro e diamantes. Contudo, estas riquezas estavam começando a se tornar escassas.

Além disso, muitos não pagavam o quinto, uma espécie de imposto cobrado pela coroa sobre todo o ouro encontrado na colônia. Desta forma, o lucro de Portugal começou a cair. Reagindo a esta situação, os portugueses passaram a exercer um controle mais rígido sobre as riquezas e a aumentar os impostos. Tais medidas desagradaram a elite de Minas Gerais, que estava significativamente influenciada pelas ideias iluministas importadas da Europa.

Continue lendo

CEAT: COMEMORANDO O DIA DO ÍNDIO.

Nesta quarta feira dia 19 de abril , o Ceat comemorou o dia do índio.Alunos e professores se caracterizaram e realizaram atividades referentes ao dia.

História do Dia do Índio

Comemoramos todos os anos, no dia 19 de Abril, o Dia do Índio. Esta data comemorativa foi criada em 1943 pelo presidente Getúlio Vargas, através do decreto lei número 5.540. Mas porque foi escolhido o 19 de abril?

Origem da data 

Para entendermos a data, devemos voltar para 1940. Neste ano, foi realizado no México, o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. Além de contar com a participação de diversas autoridades governamentais dos países da América, vários líderes indígenas deste contimente foram convidados para participarem das reuniões e decisões. Porém, os índios não compareceram nos primeiros dias do evento, pois estavam preocupados e temerosos. Este comportamento era compreensível, pois os índios há séculos estavam sendo perseguidos, agredidos e dizimados pelos “homens brancos”

No entanto, após algumas reuniões e reflexões, diversos líderes indígenas resolveram participar, após entenderem a importância daquele momento histórico. Esta participação ocorreu no dia 19 de abril, que depois foi escolhido, no continente americano, como o Dia do Índio.

Comemorações e importância da data 

Continue lendo

Fátima comemora 32 anos de história

Neste sábado, dia 01 de abril, o município de Fátima, localizado no agreste baiano, região de transição da zona da mata para o sertão, comemora seus 32 anos de emancipação política. Antes, era uma pequena localidade (Monte Alverne), que estava sob a administração de Cícero Dantas. Com seu desenvolvimento, emancipou-se recebendo o nome de Fátima. Município criado com território desmembrado de Cícero Dantas, por força de Lei Estadual de 01/04/1985.

O inicio de tudo se se originou de pessoas corajosas e ansiosas para cruzarem paisagens sem rotas e avançarem na caatinga rumo ao sertão da Bahia, deram origem ao município de Fátima,. Vale lembrar que a ocupação e povoamento, através das concessões de sesmarias como meio de distribuição de terras, da pecuária como meio de expansão para o interior e da utilização da produção de alimentos como garantia de auto-abastecimento e fixação do homem à terra, muito contribuíram para a agregação de pessoas e a conseqüente formação de municípios. As possessões da família do português Garcia d’Ávila, chamadas “Casa da Torre”, foram responsáveis pelo desbravamento da região semi-árida baiana, inclusive, do território que resultaria, mais tarde, no município de Fátima. Com a exploração de rotas realizadas por vaqueiros desta família, por volta de 1710, o número de currais destinados à criação do gado foi aumentando.

Continue lendo

CEAT: Execução do Hino Nacional( Lei 5.700/70)”.

Professores e alunos do Ceat cumpre a obrigatoriedade de cantar o Hino Nacional Brasileiro com a frequência mínima de uma vez por semana, nos estabelecimentos públicos e privados de ensino fundamental.

A História do Hino Nacional do Brasil é recheada de fatos interessantes, mas infelizmente pouco divulgados. Tradicionalmente, o que sabemos sobre o Hino é referente aos autores da letra e da música.

A letra foi escrita por Joaquim Osório Duque Estrada e a música, elaborada por Francisco Manuel da Silva. O Hino Nacional Brasileiro foi criado em 1831 e teve diversas denominações antes do título, hoje, oficial. Ele foi chamado de Hino 7 de abril (em razão da abdicação de D. Pedro I), Marcha Triunfal e, por fim, Hino Nacional.

Continue lendo

II Assembleia discente do Ensino Fundamental II CEAT 2017

Aconteceu a II Assembleia discente do Ensino Fundamental II CEAT 2017. Objetivos era ouvir as angústias dos alunos e alunas referente ao processo de ensino e aprendizagem. Apresentar algumas regras da escola via regimento interno. Apresentar o toque de acolher e toque de estudo.
Convidados palestrantes: Professor Vicente Culino, coordenador do conselho tutelar de Fátima Romeu, coordenador dos agentes de proteção ao menor Carlos Renildo .
Momento de conversas, esclarecimentos e informações imprescindíveis para o bom andamento da adolescência da nossa escola e consequentemente do município.

Entenda a reforma do ensino médio

Mudança foi editada em medida provisória. Depois de 567 emendas ensino_medio_integralenviadas, Congresso aprovou novas regras mantendo todos os eixos do texto original.

reforma do ensino médio foi aprovada nesta quarta-feira (8) pelo Senado. O texto, que segue para sanção do presidente Michel Temer, foi inicialmente colocado em vigor como Medida Provisória (MP). O texto final manteve todos os eixos do texto original.

Abaixo, veja os principais pontos:

Continue lendo